10 Dicas Para Diminuir o Estresse

Se você está estressado, seja pelo seu trabalho ou por algo pessoal, o primeiro passo das 10 dicas para diminuir o estresse e se sentir melhor é identificar a causa. Isto feito, pratique as dicas abaixo!

SEJA ATIVO

Exercício não são mágicos e não farão seu estresse desaparecer, contudo, eles reduzem sua intensidade emocional, limpando seus pensamentos e permitindo que você lide com seus problemas com mais calma.

 

ASSUMA O CONTROLE

Para todo prolema existe uma solução. Se você permanecer passivo, pensando ‘não há nada que eu possa fazer ‘, seu estresse vai ficar pior.

Esse sentimento de perda de controle é uma das principais causas de estresse e falta de bem-estar. O ato de assumir o controle é em si mesmo motivador, e, é uma parte crucial na busca de uma solução que satisfaça você e não outra pessoa.

 

CONECTE-SE COM AS PESSOAS

Uma boa rede de colegas pode ser o suporte ideal. Amigos e familiares podem aliviar seus problemas de trabalho e ajudá-lo a ver as coisas de uma maneira diferente. Se você não se conectar com as pessoas, não terá suporte para recorrer quando precisar de ajuda.

As atividades que fazemos com os amigos nos ajudam a relaxar. Relembrar momentos, conversar sobre assuntos aleatórios e dar boas risadas com eles, é uma excelente fonte de alívio para o estresse. Entre uma conversa e outra,  quem sabe um amigo não te ajudará a encontrar soluções para seus problemas.

 

RESERVE UM TEMPO SEU

O trabalho tem consumido cada vez mais horas, o que significa que muitas vezes não temos tempo suficiente para fazer o que gostamos.

Todos nós precisamos de algum tempo para socializar, relaxar ou fazer exercícios, por isso, é importante ao menos uma vez por semana,  você tirar uma folga de qualidade, longe do trabalho e das responsabilidades. Ao marcar esse dia,  você não poderá fazer hora extra pelo celular.

 

DESAFIE-SE

Definir metas e desafios, seja no trabalho ou fora dele, como aprender a tocar um instruumento ou um novo esporte, ajuda a criar confiança. Isso ajudará você a lidar com o estresse. Ao continuar a aprender, você se torna mais emocionalmente resiliente como pessoa.

Isso te arma com conhecimento e faz você querer fazer coisas ao invés de ficar em casa, esticado no sofá, assistindo TV o tempo todo.

 

EVITE HÁBITO NÃO SAUDÁVEIS

O álcool, tabaco e cafeína podem gerar uma sensação de bem estar, mas além de não solucinarem seu problema, fazem você pagar um preço alto.

Homens mais do que mulheres provavelmente farão isso. É a velha história do “Estou precisando tomar uma”. Esse comportamento, nada mais é que uma negação de confronto com o problema.  São soluções de curtíssimo prazo, que não resolverão seus problemas. Apenas criarão novos.

 

AJUDE OUTRAS PESSOAS

Evidências mostram que as pessoas que ajudam os outros, por meio de atividades como voluntariado ou trabalho comunitário, tornam-se mais resilientes.

Ajudar as pessoas que estão frequentemente em situações piores do que as suas irá ajudá-lo a colocar seus problemas em perspectiva. Quanto mais você dá, mais resiliente e feliz você se sente.

Se você não tiver tempo para se voluntariar, tente fazer um favor a alguém todos os dias. Pode ser algo tão pequeno quanto ajudar alguém a atravessar a rua ou fazer uma corrida de café para os colegas.

 

TRABALHE DE MANEIRA MAIS INTELIGENTE, NÃO DURA

Trabalhar de maneira mais inteligente significa priorizar seu trabalho, concentrando-se nas tarefas que farão uma diferença real.

Deixe as tarefas menos importantes para depois. Aceite que sua “caixa de entrada” sempre estará cheia. Não espere que ela esteja vazia no final do dia.

 

TENTE SER POSITIVO

Procure os pontos positivos da vida e as coisas pelas quais você é grato. As pessoas nem sempre apreciam o que têm. Tente ser copo meio cheio em vez de copo meio vazio. Tente escrever 3 coisas que correram bem, ou pelas quais você é grato, no final de cada dia.

 

ACEITE AS COISAS QUE VOCÊ NÃO PODE MUDAR

Mudar uma situação difícil nem sempre é possível. Tente se concentrar nas coisas que você controla.

Se você fez sua parte, mas o projeto depende da aprovação do seu gerente ou diretor, o problema já não é mais seu. Por mais que queira que tudo dê certo, já está fora da sua alçada.

 

Lembre-se, você precisa tomar o controle da situação. Assistir passivamente e não fazer nada só vai piorar seus problemas.

A chave para um bom gerenciamento do estresse está no fortalecimento da inteligência emocional. Deve-se controlar a situação, ter uma boa rede social e adotar uma perspectiva positiva.