Como a neurociência explica o poder da gratidão

poder da gratidão

Sentir gratidão é tão bom, não é? Se sentir grato por todas as coisas que você já conquistou, pelas coisas boas que você já fez, enche o coração, a alma e a vida de felicidade. Inclusive, talvez você não saiba, o poder da gratidão no nosso corpo é enorme! Vou te contar como:

Entendendo a ‘ciência’ da neurociência

A neurociência explica que quando você sente gratidão ou tem pensamentos que se relacionem a esse sentimento, você ativa o sistema de recompensa do cérebro chamado de Núcleo Accumbes. Ele é responsável pela liberação de uma substância chamada dopamina.

A dopamina é um neurotransmissor que transmite as mensagens entre os neurônios (células nervosas que levam os impulsos nervosos e que processam as informações e estímulos no corpo) e eleva o nível de sensação de prazer no corpo.

Sabe aquela sensação de satisfação, bem estar, sorriso surgindo no canto da boca quando você faz algo que realmente lhe dá prazer? É a dopamina agindo!

Um exemplo pode ser aquela sensação de quando você come algo que realmente estava com muita vontade. Quando você colocou na boca, hum…. você saciou a vontade e sente aquele prazer. Que delícia!

Por isso, no processo de coaching exercitamos a gratidão! A dopamina precisa agir em você. Seus pensamentos podem construir a gratidão, então vibre com suas vitórias e conquistas, se reconheça, pense nas pessoas que te amam e quanta coisa boa elas fazem por você; seja grato por caminhar, respirar, acordar, viver, pelos seus sonhos alcançados, pelas metas realizadas.

Você entende agora porque nada externo produz felicidade e sim contentamento apenas? Porque você precisa sentir dentro de você! Não adianta ter o melhor carro, a melhor casa, muito dinheiro se você não vibra com essas conquistas e você não sente gratidão, entende?

Seja grato pelo seu sucesso! O seu sucesso não é igual ao de todo mundo, é o que significa para você. Lembre-se sempre disso.

Neurociência e o imenso poder da gratidão

A gratidão também estimula a liberação de outro hormônio chamado ocitocina, que estimula o afeto, gera tranquilidade e diminui o estresse, a fobia e o medo. Praticando a gratidão, você dissipa o medo, a angústia, a raiva, ou seja, sentimentos ruins, ficando mais fácil controlar esses estados mentais e trazer sensações positivas ao seu corpo.

Nosso cérebro não consegue sentir duas coisas ao mesmo tempo, ele sente uma de cada vez. Então quando ele está sentindo gratidão, seu cérebro está focado na sensação de prazer, de felicidade, de amor, enfim, sentindo as sensações que a gratidão lhe causa. E se ele estiver sentindo infelicidade, ele fará o mesmo exercício.

De uma maneira mais cientifica e com base na neurociência sobre o poder da gratidão, você pode realmente acreditar no que nós, coaches e psicólogos, falamos sobre o poder do pensamento, e como você pode direcioná-los para onde deseja.

Você pode gerar a dopamina e a ocitocina, isso é cientificamente comprovado!

Conte com a Viva!

Te convidamos a listar todos os dias, seja no começo do seu dia ou no final da noite, ao menos 3 motivos que lhe fazem ser grato.

Use essa oportunidade de conhecimento a seu favor – a iniciativa de começar a praticar a gratidão diária está em você!

Quer entender como o coaching pode te ajudar a desenvolver sua gratidão? Acesse nosso site.